Converse com um Advogado ou Advogada

Como funciona o divórcio?

Texto por Gustavo Ramos

O divórcio pode ser realizado tanto na via administrativa, no cartório; quanto na via judicial, com um processo; sendo ambos intermediados por um advogado especializado.

Para realizar o procedimento no cartório, não podem haver filhos do casal menores de idade e/ou discussão acerca da partilha dos bens.

Havendo menores, deverá ser instaurado um processo judicial que regulamente o divórcio, a guarda, alimentos e visitas; ou no caso de haver desacordo entre as partes, o litígio será resolvido em juízo.

Quais os meus direitos aos bens em um divórcio?

Em um divórcio, para saber os seus direitos, a primeira coisa a ser observada é qual o regime de bens adotado, conforme estipulado na Certidão de Casamento.

A legislação brasileira identifica os seguintes tipos de comunhão:

Comunhão Universal de Bens – antigamente era o regime mais adotado entre os cônjuges, onde todos os bens (anteriores e futuros) serão igualmente do casal, sendo dividos em 50% para cada um até o momento do divórcio;

Comunhão Parcial de Bens – Hoje em dia é o regime mais adotado, principalmente quando os cônjuges não especificam qual o regime escolhido. Nessa modalidade, os bens adquiridos antes do casamento/união não se comunicam, ou seja, não deverão ser partilhados entre os cônjuges em caso de divórcio, enquanto o que for angariado pelo casal na constância do matrimônio deverá ser partilhado igualmente entre as partes, excluindo-se o que for proveniente de herança ou doação exclusiva para apenas uma das partes;

Separação de Bens – Neste caso, os bens adquiridos (tanto aqueles de antes ou após o cansamento/união) por cada cônjuge será de sua propriedade após o divórcio, não havendo divisão. Nos casos em que um dos cônjuges possuam mais de 70 anos, essa modalidade se torna obrigatória;

Participação final nos aquestos – pouco utilizado, essa modalidade permite aos cônjuges que escolham livremente quais bens estarão em seus nomes enquanto durar o matrimônio podendo administrá-los da maneira que melhor acharem mas se houver o divórcio, os cônjuges deverão partilhar os bens adquiridos durante o relacionamento conforme a comunhão parcial de bens.

Para estabelecer a divisão de bens, é necessário a análise da comunhão de bens adotada para que os bens sejam divididos de maneira correta.

ESTEJA SEMPRE ATUALIZADO
Siga nosso trabalho também nas Redes Sociais
Onde nos encontrar
Avenida Gabriel Henrique de Araújo
Quadra 9, Lote 45 - Res. Goiania
Viva, Goiânia - GO, 74484-420
Horário de atendimento
Segunda-feira a sexta-feira
no horário das 8h as 18h.
Sábado no horário das 8h as 11h.
DESCUBRA O QUE NOSSOS CLIENTES
TÊM A DIZER SOBRE NOSSOS SERVIÇOS

Nós somos reconhecidos pela prestação de serviços jurídicos excepcionais. Confira o que eles dizem sobre nós:

Dácio Anacleto

A equipe do escritório Almir Fernandes Advocacia foi eficaz, e com um serviço de qualidade, me auxiliou a restabelecer a Justiça, prestando todo o suporte necessário

Werner Vitorino

Sempre muito prestativo, o Dr. Almir e sua equipe prestaram um serviço de excelência, acompanhando meu processo e utilizando os melhores argumentos jurídicos, fazendo com que eu conseguisse resolver meu problema.

Gabriel Alves

Quando precisei de um suporte jurídico em um caso de urgência, consegui solução para o meu caso em poucos dias, com o trabalho do escritório Almir Fernandes Advocacia.

Entre em contato com um profissional especializado.
E tenha a certeza de estar conversando com um profissional altamente qualificado, que irá entender suas necessidades e oferecer a melhor solução jurídica para o seu caso.